Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Margarida Diogo Barbosa

Um blogue que aborda os recursos humanos numa perspectiva de todo.

13
Nov20

Aprender línguas sem gastar dinheiro

Uma das perguntas que mais me fazem em sessão de carreira é se a segunda será necessária para o processo seletivo e se o profissional deve ou não fazer um curso de melhoria da sua segunda língua para poder procurar trabalho em Portugal.

A resposta que usualmente dou é se o empregador pedir como requisito a língua, isso significa que em algum momento do processo seletivo o nível vai ser validado. Em muitos processos de seleção, mesmo que o profissional fique a trabalhar em Portugal com equipas multiculturais onde estão portugueses também, as entrevistas de emprego são sempre realizadas na língua de trabalho, usualmente o Inglês. Portanto, a língua é importante e diria que para algumas funções fundamental sendo a seleção feita na língua em que a profissão vai ser desempenhada.

Será importante validar o seu nível segundo os níveis europeus ou pode ler mais sobre os níveis europeus de avaliação de conhecimento de línguas e como um profissional se pode posicionar de forma adequada numa entrevista de emprego.

Por outro lado, sei também que quando o profissional chega a Portugal e percebe que o seu nível de Inglês precisa de ser melhorado nem sempre tem a disponibilidade financeira imediata para fazer um curso de aperfeiçoamento por exemplo da conversação que já lhe permitiria ter sucesso no processo seletivo.

Assim, neste artigo, vou deixar-lhe algumas dicas que poderão dar-lhe aquele empurrão que necessita para melhorar o seu nível de línguas sem ter de gastar dinheiro ou sequer pagar um curso que bem sabemos não são propriamente baratos. O objectivo deste artigo é facilitar-lhe especialmente o nível da sua conversação, já que é isso que vai necessitar em primeiro lugar.

A forma mais fácil de aprender a falar uma outra língua é conversar com um nativo dessa mesma língua, sendo que em Portugal existem duas ferramentas digitais que lhe permitem chegar a estas pessoas e integrar grupos que se dedicam exclusivamente à conversação e respetiva aprendizagem de uma língua. Tendo já validado alguns, confesso-lhe que os melhores são o Meetup e o Internations onde pode aderir a grupos que se dedicam exclusivamente a esta missão, mas também participar em eventos específicos para o fim.

O processo é simples, regista-se e pede para ficar na comunidade mais próxima do seu local de residência, ou seja, no caso do Meetup será provavelmente Lisboa e no do Internations Portugal. Depois é só navegar, adicionar pessoas, aderir a grupos e inscrever-se em eventos, normalmente organizados pelos grupos. É também uma forma de se integrar na sociedade portuguesa, conhecendo outros estrangeiros e relacionando-se com as suas aventuras em terras portuguesas. Quer melhor?

Deixo-lhe em seguida alguns grupos a que pode aderir no Meetup e no Internations.

Boas conversações!

 

Meetup:

Learn Portuguese Language

English-Portuguese Conversation Lisbon

Lisboa Online and Global English / Inglês Conversation Group

Lisbon Portuguese-English Exchange

 

Internations:

Lisbon English Speakers Group

Sobre mim

foto do autor

Biografia

Este blogue é o resultado do meu percurso enquanto especialista em recursos humanos.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D